terça-feira, novembro 29, 2005

ainda na televisão:

O novo programa de Fátima Lopes tem todos os trunfos para se tornar num lavrador de audiências. Esta coisa de encarnar Deus na Terra, ..., desculpem, de trazer Oprah para Portugal é como caldo verde e pão com chouriço numa noite de inverno- um grande consolo. Portugal só precisa de milagres e comiseração. Está visto que esta coisa de ter problemas graves, de sofrer de tristeza crónica e de estar em constante estado de melancolia VENDE. Então vamos lá tornar-nos um pouco sado-masucs e ver que lágrimas têm para nos oferecer diariamente.
Português gosta de sofrer e não em forma de catarse: é do Fado.

eu ainda sou do tempo...

... em que a senhora Júlia Pinheiro era mal vista pelo pobão quando apresentava as noites de má língua e ainda não falava com burros, meias ou pessoas que aparente possuam anomalia psíquica.

quarta-feira, novembro 23, 2005

tava a navegar na internet e olha o que encontrei:

Always Look on the Bright Side of Life (from Monty Python)
words and music by Eric Idle


Some things in life are bad
They can really make you mad
Other things just make you swear and curse.
When you're chewing on life's gristle
Don't grumble, give a whistle
And this'll help things turn out for the best...

And...always look on the bright side of life...
Always look on the light side of life...
If life seems jolly rotten
There's something you've forgotten
And that's to laugh and smile and dance and sing.
When you're feeling in the dumps
Don't be silly chumps
Just purse your lips and whistle - that's the thing.

And...always look on the bright side of life...
Always look on the light side of life...
For life is quite absurd
And death's the final word
You must always face the curtain with a bow.
Forget about your sin - give the audience a grin
Enjoy it - it's your last chance anyhow.

So always look on the bright side of death
Just before you draw your terminal breath
Life's a piece of shit
When you look at it
Life's a laugh and death's a joke, it's true.
You'll see it's all a show
Keep 'em laughing as you go
Just remember that the last laugh is on you.

And always look on the bright side of life...
Always look on the right side of life...
(Come on guys, cheer up!)
Always look on the bright side of life...
Always look on the bright side of life...
(Worse things happen at sea, you know.)
Always look on the bright side of life...
(I mean - what have you got to lose?)
(You know, you come from nothing - you're going back to nothing.
What have you lost? Nothing!)
Always look on the right side of life...

segunda-feira, novembro 21, 2005

Só para saber...

...se isto ainda funcionava.

sexta-feira, novembro 11, 2005

O colorido da noite

Hoje saí para a rua à noite e o Cristo-Rei estava roxo.

Deve ser daquelas iluminações de Natal modernas.

quarta-feira, novembro 09, 2005

Publicidade Cafés Delta

A Joana chegou à Associação Novo Futuro há 2 anos porque os pais gostavam muito de drogas e não sabiam tomar conta dela. Aqui, a Joana encontrou uma casa, brinquedos e pessoas que se preocupam com ela. Ajude-nos a pôr um brilho nos olhos de estrelinhas como a Joana.

Pergunto-me como se sentirá a Joana quando lhe dizem que foi lá parar porque os pais gostavam mais da droga?

segunda-feira, novembro 07, 2005

digam lá se não é lindo

Cavalo à solta

Minha laranja amarga e doce
meu poema
feito de gomos de saudade
minha pena
pesada e leve
secreta e pura
minha passagem para o breve breve
instante da loucura.

Minha ousadia
meu galope
minha rédea
meu potro doido
minha chama
minha réstia
de luz intensa
de voz aberta
minha denúncia do que pensado que sente a gente certa.

Em ti respiro
em ti eu provo
por ti consigo
esta força que de novo
em ti persigo
em ti percorro
cavalo à solta
pela margem do teu corpo.

Minha alegria
minha amargura
minha coragem de correr contra a ternura.

Por isso digo
canção castigo
amêndoa travo corpo alma amante amigo
por isso canto
por isso digo
alpendre casa cama arca do meu trigo.
Meu desafio
minha aventura
minha coragem de correr contra a ternura.

José Carlos Ary dos Santos

sexta-feira, novembro 04, 2005

Coisas que não interessam nada(à boa maneira Guilhermina*)

Não é irritante pensar vezes sem conta em comer uma taça de cereais, dar-se ao trabalho de levantar da cama à procura, chegar ao armário da cozinha e confirmar as suspeitas de uma boa compra do fim do mês para depois descobrir que houve um marmanjo qualquer que devorou impacientemente as quinze rações deixando apenas alguns despojos para os desesperados? É muito irritante. Não chega para uma taça e não é desperdício. Fazendo pirraça de infante:não sou eu que deito fora!

_____________________________________
*Teresa Guilherme, não que a adore - apenas a adoptar uma expressão batida.

Leve, breve, suave*

Deixando de parte, neste momento, os problemas que assolam o mundo gostaria expressar o meu contentamento perante a vitória dos the gift nos MTV music awards. Para mim serão sempre o melhor grupo português mas o reconhecimento deste título pelo público, confesso, deixou-me um pouco incrédula. Foram onze anos de trabalho, BOM TRABALHO, bem premiados. Espero só que a genialidade das músicas saídas de um pequeno estúdio de Alcobaça consigam ter sucesso no estrangeiro, visto que o grupo tem apostado em digressões alargadas.
Se não conhecem comprem os CD porque é nacional é bom e não é esparguete ou publicidade enganosa.

____________________________________________
*Fernando Pessoa ortónimo

Leve, breve, suave,
Um canto de ave
Sobe no ar com que principia
O dia.
Escuto, e passou...
Parece que foi só porque escutei
Que parou.
Nunca, nuca, em nada,
Raie a madrugada,
Ou 'splenda o dia, ou doire o declive,
Tive
Prazer a durar
Mais do que o nada, a perda, antes de eu o ir
Gozar.

EMA's

European Music Awards. Hoje, em Lisboa. Os Gorillaz ganharam o prémio para melhor grupo. Mesmo que não fossem um grande grupo, mereciam ganhar pela actuação em palco que tiveram.

Mesmo assim não deixa de ser irónico, tal como alguém ligado aos bonecos animados afirmou, que o prémio de melhor grupo fosse atribuido a um grupo que nem sequer existe.